Como aumentar a vida útil das esteiras de borracha
como-aumentar-a-vida-util-das-esteiras-de-borracha

À princípio, é essencial praticar a manutenção regular e tomar medidas para estender a vida útil das esteiras de borracha de todas as maneiras que puder.

Isso também ajudará a evitar tempos de inatividade inesperados, bem como, melhorar a vida útil do equipamento.

Ao mesmo tempo, você poderá aproveitar os benefícios de um menor tempo de inatividade e receber um maior retorno de investimento possível.

Durabilidade das esteiras de borracha

A vida útil máxima para esteiras de borracha depende de sua aplicação, equipamento, habilidade do operador, ambiente do local de trabalho, tipo de borracha, bem como, o cronograma de manutenção.

Se você deseja aumentar a vida útil de suas esteiras de borracha, mantenha níveis rígidos de manutenção preventiva.

Prolongando a vida útil das esteiras de borracha

A manutenção das esteiras requer que você e seus funcionários sejam proativos. Quando você está à frente do jogo, pode evitar danos graves que podem resultar em reparos pesados.

Acompanhar o cronograma de manutenção ajudará seu equipamento a funcionar em níveis máximos de desempenho e reduzirá a ameaça de rachaduras e quebra.

A manutenção também ajudará seu ROI a permanecer no caminho certo.

Siga nossas dicas de manutenção para esteiras de borracha para preservar a vida útil de suas máquinas e prolongar o tempo de atividade.

Utilize as esteiras corretas

Saber como tirar mais vida das esteiras de borracha começa com a instalação das mais adequadas ao seu equipamento.

Certifique-se de que as esteiras tenham o passo e o comprimento corretos para coincidir com as rodas dentadas.

Investir no produto errado causará desgaste prematuro nas engrenagens e borracha. As esteiras também devem ser adequadas à potência da máquina.

Se você não tiver certeza sobre as suas esteiras de borracha atuais ou quais você deve comprar, conte com a orientação de um especialista.

Os profissionais saberão quais esteiras melhor se adaptam à sua marca e modelo de equipamento.

Inspeções completas aumentam a vida útil das esteiras de borracha

A manutenção adequada da esteira de borracha depende de inspeções diárias e mensais. Antes e depois de cada uso, os operadores devem conduzir uma verificação geral, inspecionando se há componentes ausentes, vazando ou danificados.

Investigue peças como os roletes principais, motor de acionamento, rodas dentadas de acionamento, protetores de rocha, roletes e parafusos de esteira, correntes e sapatas.

As rodas dentadas defeituosas podem puxar os elos para fora das esteiras e os roletes danificados podem afetar a área de rolamento de um trilho de borracha.

Substitua as peças do material rodante conforme necessário, estejam elas gastas, quebradas ou rachadas.

A limpeza das esteiras é essencial! Use uma lavadora de alta pressão para limpar a sujeira e resíduos no final de cada uso e retire objetos incrustados na borracha e outros detritos alojados.

Junto com as inspeções gerais diárias, você também deve conduzir um exame mais aprofundado como parte da manutenção regular da esteira de borracha a cada dois a quatro meses.

Examine a tensão das esteiras e verifique o alinhamento adequado. Consulte o manual da máquina para ver o alinhamento correto.

Opere de forma correta

Embora muitos projetos exijam que sua frota suba e desça diferentes níveis, faça isso o menos possível.

Isso não apenas aumenta as preocupações com a segurança do operador, mas operar em uma colina também pode aumentar o desgaste da esteira.

Nunca opere lateralmente, pois isso pode aumentar o desgaste e o risco de deslocamento. Gire apenas em superfícies niveladas e minimize o número de pivôs e giros.

Evite fazer curvas fechadas e rápidas de 180 graus. Acima de tudo, faça curvas de forma suave para reduzir o desgaste lateral.

Movimentos graduais e completos ajudam a evitar que a borracha derrape em superfícies ásperas e irregulares.

A técnica é especialmente útil ao dirigir carregadeiras de esteiras compactas e ajuda a evitar tombamentos, mantendo os trabalhadores seguros.

A vida útil das esteiras de borracha depende da superfície

Embora as esteiras de borracha possam suportar uma variedade de condições de trabalho, elas têm melhor desempenho em superfícies macias, como lama, argila, areia e grama.

No entanto, tome precauções e evite as seguintes aplicações:

  • Concreto e asfalto ao virar;
  • Materiais corrosivos;
  • Barras de ferro e vergalhões;
  • Pedra recortada e rocha base;
  • Pedreira, demolição ou reciclagem;
  • Raízes e tocos;
  • Sucata de ferro;
  • Rochas e detritos pontiagudos.

Embora as esteiras não possam perfurar como rodas, objetos pontiagudos podem cortar a borracha e outras ameaças podem afetar os cabos de aço internos da esteira.

Se possível, evite locais de trabalho com solo pavimentado e rochoso.

Evitar contaminantes prejudiciais como sal, óleo, esterco e produtos químicos é crucial. Essas substâncias podem causar a deterioração das esteiras de borracha. Além disso, esteja atento ao vazamento de óleo e graxa.

Enxágue e limpe seus rastros todos os dias para garantir a integridade da borracha e para eliminar produtos químicos prejudiciais.

Não trafegue no meio-fio

Em alguns locais de trabalho, pode ser tentador passar por cima do meio-fio para chegar mais rápido ao seu destino. Os meios-fios exercem pressão excessiva sobre as esteiras de borracha e podem causar desvios. 

Dessa forma, todo o resto é impactado, a borracha pode cair em pedaços, expondo os cabos de aço internos à umidade.

Enfim, qualquer contato com a umidade pode causar corrosão e falha da esteira. Torna-se um efeito dominó nos componentes restantes do equipamento.

Realize o rodízio das esteiras regularmente

A manutenção de esteiras de borracha envolve o mesmo conceito de girar as rodas de um carro. Gire as esteiras de borracha da unidade de acordo com seu cronograma de manutenção para evitar o desgaste desigual.

Sempre substitua as duas esteiras ao mesmo tempo para garantir degraus uniformes. Podem ocorrer problemas de alinhamento se você substituir apenas uma e as esteiras desalinhadas também podem causar danos ao material rodante.

A tensão excessiva diminui a vida útil das esteiras de borracha

Quantidades excessivas de pressão podem causar desgaste da polia e do rolamento, perda de potência, bem como, o rompimento das esteiras.

Ou seja, sem o tensionamento adequado, as esteiras podem sofrer desgaste prematuro.

Ainda assim, esteiras com tensão insuficiente também podem afetar as travas da roda motriz, resultando em perda de alinhamento.

Dessa forma, uma esteira de borracha muito frouxa pode danificar a máquina e aumentar as preocupações com a segurança.

Ajuste a tensão conforme necessário, de acordo com as recomendações do fabricante. Cada manual do equipamento terá requisitos diferentes.

Por fim, verifique a tensão a cada semana, medindo o meio do rolo para a quantidade certa de curvatura.

Armazene seu equipamento corretamente

À medida que cada dia de trabalho termina, o armazenamento adequado da frota é essencial para aumentar a vida útil das esteiras de borracha.

Se o armazenamento externo for sua única opção, cubra toda a unidade ou estacione à sombra. Além disso, você pode cobrir individualmente as esteiras de borracha com lonas ou panos.

Manter as esteiras de borracha escondidas dos raios ultravioleta é fundamental e pode dobrar a vida útil da esteira porque o sol faz com que as bandas de rodagem se desgastem mais rapidamente.

Nesse sentido, armazene o equipamento dentro de um local coberto, fresco e seco sempre que possível.

Durante a baixa temporada ou se você não usar seu equipamento todos os dias, opere a máquina pelo menos uma vez por semana para ajudar a manter a flexibilidade da borracha.

Em síntese, se a máquina for ficar armazenada por um longo período, retire as esteiras e coloque-as de lado. Isso coloca o material em uma posição relaxada e evita a deformação da borracha.

Quando substituir as esteiras de borracha

Embora a manutenção possa evitar rachaduras na borracha e danos mais graves aos cabos de aço, você eventualmente terá que substituir as esteiras, porém, não deve esperar pela falha completa.

Fique atento aos sinais que indicam que as esteiras precisam ser substituídas, por exemplo:

  • Apodrecimento a seco;
  • Rodas dentadas defeituosas;
  • Perca da tensão;
  • Trilhos gastos e rachados.

Se as esteiras estiverem sujas e os detritos estiverem presos entre as ranhuras, a borracha pode se desgastar mais rapidamente, portanto, manter a limpeza do seu equipamento é vital.

Sob o mesmo ponto de vista, um material rodante com defeito também pode causar mais danos aos componentes, se você deixar de realizar as inspeções, a borracha pode se desgastar de dentro para fora.

Se você estiver enfrentando algum desses problemas será necessário substituir as esteiras de borracha.

A ITR lhe ajuda a aumentar a vida útil das esteiras de borracha

Entender essas dicas principais para manter esteiras de borracha pode resultar em melhor desempenho, segurança e eficiência, ao contrário de tempo de inatividade excessivo e reparos caros.

Afinal, cada técnica aumentará a longevidade de suas esteiras de borracha e ajudará a apoiar suas operações para impulsionar seus resultados financeiros.

Por fim, a ITR possui uma gama completa de esteiras de borracha, peças de reposição e de material rodante em geral, conheça nossa linha completa e entre em contato com nossos consultores através do telefone 11 4750-1305.

– ITR South America –
Telefone: 11 4750-1305
E-mail: itr@itrsa.com.br
LinkedIn | Instagram |  Facebook

Leia Mais

Como manter a lâmina da motoniveladora afiada

Como manter a lâmina da motoniveladora afiada

Manter a lâmina da motoniveladora afiada é um desafio para a maioria dos operadores e empreiteiros. Sabemos que a máquina funciona bem e com eficiência quando a lâmina está em bom estado. Portanto, o funcionamento eficiente da motoniveladora depende de sua lâmina, seu...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *